Este sítio usa cookies para melhorar a experiência da sua visita, se continua é porque aceita. Mais informação.
MENU rápido para celular

Função e forma dos dentes
Mapa | Ficha Dentária

A forma dos dentes em cada grupo: Incisivos, Caninos, Pré-molares e Molares, reflete a FUNÇÃO que executam - cortar, rasgar, prender, moer e esmagar. Os Incisivos cortam e rasgam, os Caninos rasgam e prendem, os Pré-molares e Molares trituram e moem. Desta forma os dentes capacitam os seres humanos a obter, mastigar e digerir alimentos. Os dentes e os tecidos moles associados, língua, lábios, musculos faciais, capacitam as pessoas em outras áreas, incluindo a produção da fala, desenvolvimento da personalidade, socialização e aculturação.

Numeração dos dentes permanentes

Numeração dos dentes permanentes - ficha dentária - mapa
Numeração dos dentes permanentes - ficha dentária - mapa

A numeração dos dentes mais usada por dentistas em todo o mundo, para os dentes permanentes dos adultos. Usa dois algarismos separados por um ponto. O primeiro designa o quadrante e o segundo a posição do dente dentro do quadrante, crescendo da frente (linha central) para trás (periferia).
Assim, por exemplo, o dente 4.6 é o seu primeiro molar de baixo, do lado direito da sua boca. E o dente 1.1 é o incisivo central superior direito.

* Se desejar, pode também ler sobre os dentes de leite numa outra página deste sítio.

Dentição natural

A dentição humana não só evoluiu para satisfazer as funções descritas no início, como os dentes desenvolveram uma forma que contribui para a sua própria preservação e das estruturas que os suportam, gengiva, osso alveolar e periodonto.

Cada dente tem a sua função específica. Além disso a sua forma permite manter a gengiva sã, o que por sua vez é vital para o bom estado do periodonto que liga o dente ao osso.

Na dentição permanente do adulto, encontram-se 16 dentes na arcada superior ou maxilar, e 16 dentes na arcada inferior ou mandíbula. Cada dente está suspenso numa cavidade do osso alveolar, através de fibras do ligamento periodontal. Estas fibras cruzam o espaço entre o dente e o osso e estão ligadas à raiz do dente e ao osso alveolar. O efeito produzido pode ser comparado ao de um sistema de absorção de choque, com o ligamento periodontal atuando para suspender, absorver e dissipar as forças exercidas sobre os dentes, quando entram em contato uns com os outros.

Os elementos na membrana periodontal realizam duas outras importantes funções. Contêm vasos capilares para fornecer nutrientes ao ligamento periodontal e dente, e contêm recetores sensoriais que mantêm a saúde periodontal e ajudam a coordenar os movimentos da mandíbula em relação ao maxilar superior. Algo que nunca acontecerá com um implante dentário.