Este sítio usa cookies para melhorar a experiência da sua visita, se continua é porque aceita. Mais informação.
MENU rápido para celular

Prótese dentária total fixa (protocolo) - tipo ponte

Prótese de porcelana, fixa em implantes dentários

Entre os tipos possíveis de prótese total fixa sobre implantes dentários, encontramos a chamada Prótese Protocolo. Carateriza-se por ser uma prótese total, semelhante a uma ponte dentária, com uma estrutura interna em titânio ou zircônia e coberta com dentes de cerâmica. Pode incluir uma parte em cerâmica rosa claro ou escuro de modo a simular a gengiva em torno dos dentes. Fica encostada à mucosa mas não totalmente, sendo por vezes visível a parte superior dos implantes.

Fica presa aos implantes através de parafusos camuflados no interior de alguns dos dentes. Em caso de necessidade o dentista pode retirar a prótese, acedendo aos parafusos e desapertando os mesmos. A porção que simula a gengiva nunca é muito extensa, ao contrário da overdenture, de modo a facilitar a higienização.
O número de implantes utilizados para suportar e reter a prótese protocolo varia entre 4 a 8 dentes, dependendo do número total de dentes a incluir, do estado do osso da arcada, da preferência do dentista, etc.

Preço da prótese protocolo

Sem dúvida alguma, este é o tipo de prótese mais cara de todas. O preço da prótese isolada anda em torno de R$ 13.000,00 mas é preciso acrescentar o custo dos implantes, que poderá ser R$ 1.490,00 cada um. Além disso é necessário o uso de uma prótese provisória durante o processo da integração dos implantes.

Avaliação

É um bom tipo de prótese, talvez a melhor em termos funcionais e de qualidade dos materiais se compararmos com a prótese híbrida e a overdenture. No entanto tem um lado menos positivo relacionado com o pouco suporte dos músculos da face por parte do pequeno contorno gengival. Esse contorno não pode ser maior para não reter alimentos e dificultar a limpeza da prótese e implantes. O outro problema, mais ou menos frequente, diz respeito à fratura da cerâmica e sua reparação. O conserto costuma ser feito com resina composta no tom dos dentes da prótese e não dura muito tempo nem resiste ao uso. A alternativa é a retirada da prótese e reconstrução da cerâmica. Demora algum tempo, durante o qual a pessoa fica privada dos dentes postiços, e não é um processo de êxito garantido.