Este sítio usa cookies para melhorar a experiência da sua visita, se continua é porque aceita. Mais informação.
MENU rápido para celular

Prótese Dentária Híbrida e Overdenture

Prótese total fixa - dentadura fixa

As prótese total em acrílico que se mantém fixa na boca com auxílio de implantes dentários é conhecidas por prótese híbrida. Tem dentes e base de acrílico podendo incluir uma estrutura metálica para maior robustez. É o tipo de dentadura fixa mais comum.

Distingue-se da ponte total de cerâmica (prótese protocolo) e da prótese total com mecanismo de encaixe, por vezes apelidada de overdenture ou sobre-dentadura.
Trata-se de uma prótese total aparafusada a implantes dentários que funciona como uma prótese fixa, melhor dizendo uma dentadura fixa com uma estrutura interna em metal e dentes de resina acrílica. Tem alguma gengiva artificial também de acrílico. É muito confortável e eficaz.

No entanto é um pouco difícil de limpar porque não sai da boca. Também está um pouco limitada no suporte dos musculos da face nos casos em que o osso alveolar retraiu considerávelmente. Outro problema surge quando os dentes partem ou lascam, obrigando a remendos de cosmética com compósitos no tom dos dentes. Isto para evitar a total remoção e envio para laboratório com o fim de ser reconstruída.
Esta prótese necessita quatro a seis implantes dentários para se poder fixar e não raramente enxertos ósseos e reconstrução gengival.

Overdenture (sobredentadura)
dentadura de encaixe (removível)

A sobredentadura ou overdenture em Inglês, usa dois a quatro implantes dentários onde se fixam peças, normalmente encaixes machos que se ligam a outros chamados fêmeas integrados na própria prótese. Por vezes existe uma barra metálica que liga os diversos implantes entre si e melhora estabilidade de todo o conjunto. A prótese encaixa por cima e oculta a barra. Este sistema da sobredentadura semi-fixa permite que o portador remova a prótese para proceder à higiene de rotina, quer da prótese quer da boca. O fato de ser removível permite que a prótese tenha um contorno mais natural no seu conjunto, compensando de modo perfeito a perda óssea e consequente retração gengival que tenha ocorrido. Sem a preocupação de retenção de resíduos alimentares porque a pessoa pode tirar a prótese e proceder à limpeza.

Em princípio uma pessoa que tenha usado uma prótese convencional por largos anos, adapta-se melhor a este tipo de aparelho. Beneficia da retenção fornecida pelos implantes que permite ter o céu da boca (palato) livre do acrílico da prótese convencional. Não é tão estável como a prótese aparafusada e os implantes ficam sugeitos a maior stress devido à ligeira mobilidade dos mecanismos de encaixe.