Este sítio usa cookies para melhorar a experiência da sua visita, se continua é porque aceita. Mais informação.
MENU rápido para celular

Questões frequentes sobre dentes e prótese dentária

A prótese dentária estava justa e agora está larga, porquê ?

- Porque a boca como o resto do organismo vai sofrendo alterações ao longo do tempo. Quando se perdem dentes o osso alveolar onde estes estavam implantados mirra (diminui de volume).

Este processo embora mais intenso durante o primeiro mês após a extração, é contínuo no tempo e leva a que uma prótese deixe de estar tão bem ajustada como no início. Nesta situação a melhor solução é fazer uma nova. No entanto, se de momento não tiver possibilidades de renovar a sua prótese dentária poderá reduzir o desconforto da prótese larga, através do uso de determinados produtos adesivos que poderá adquirir numa farmácia.

O que são implantes dentários ?

- Os implantes são peças pré fabricadas em materiais biocompatíveis, que são implantadas no osso da mandíbula ou do maxilar superior e destinam-se ao suporte e retenção de próteses fixas (coroas e pontes). Funcionam como raízes naturais. São também usados no caso de desdentados totais. Nestes casos servem para reter e estabilizar as próteses. Leia mais sobre próteses sobre implantes dentários.

Ortodôntia, o que é ?

- É a área da prática dental que se ocupa com a correcção de irregularidades no desenvolvimento da dentição e do crescimento ósseo dos terços médio e inferior da face, através de dispositivos biomecânicos. Estes dispositivos incluem aparelhos presos a pequenas peças (brackets) coladas nos dentes (ortodontia fixa), dispositivos de manutenção de espaços, e outros aparelhos indicados às necessidades dos pacientes. O objectivo da ortodôntia é alterar e direccionar o crescimento e desenvolvimento da dentição e dos tecidos associados de modo a atingir uma dentição estável, estética agradável e harmonia muscular. Muitas crianças em idade escolar requerem algum tipo de tratamento ortodontico preventivo. A ortodôntia fixa é normalmente considerada melhor que a ortodôntia removível e deve ser feita unicamente por Médicos(as) Dentistas especializados em Ortodontia.

Placa bacteriana, o que é ?

- É uma película que se forma diariamente sobre os dentes, a partir da saliva, e que é habitada por bactérias orais que se vão multiplicando. As bactérias da placa bacteriana provocam a cárie dentária e as doenças das gengivas. Quando se acumula torna-se tártaro. (↑)

Porque os dentes das pessoas mais idosas apresentam um aspecto descarnado ?

- Porque a fricção lateral dos dentes uns nos outros provoca um desgaste e consequentemente uma aproximação entre eles. Daí resulta que o osso alvéolar entre cada dente e o seu vizinho se reduza levando a gengiva a acompanhar essa redução e expôr assim uma porção maior de dente. O que fazer nestes casos? Não é possível retornar à condição anterior mas se um ou mais dentes apresentar uma estética desagradável, existe a possibilidade de realizar uma coroa dentária para corrigir o seu aspeto. Nos casos de aumento de sensibilidade no colo dos dentes, também é possível reduzir a mesma através da aplicação de resina composta no tom do dente hospedeiro. (↑)

Prótese dentária adesiva

- Quer saber mais sobre prótese adesiva? Então vamos lá. Sabe o que é uma ponte dentária? Um dente suspenso e apoiado em dois pilares, certo? A prótese adesiva é uma ponte, só que os apoios são pequenos e ficam do lado da língua. Como se fossem umas asas. Usa-se mais frequentemente quando falta um incisivo lateral ou central. É um conceito tentador porque o desbaste nos dentes pilares é mínimo e não mexe na face da frente. Parece bom, não é? Bem, o problema é que não é muito resistente à mordida e por vezes "descola" e sai. Fica aqui uma imagem. Já agora uma curiosidade, em inglês é conhecida como Maryland Bridge.
Gostou da resposta? Nós gostámos da sua visita. (↑)

Os dentes e a bulimia

- A bulimia tem um efeito devastador nos dentes. Se perguntar "a bulimia provoca cáries?", a resposta é SIM. A indução do vômito, frequente na bulimia, faz passar pelos dentes o ácido produzido no estômago. Qualquer ácido ataca o esmalte e o ácido proveniente do estômago á muito forte. Quem sofre de bulimia tem de aprender a proteger os dentes e deve tomar algumas medidas de prevenção, tais como:
a) Usar pasta de dentes com flúor e fazer aplicação tópica de flúor periodicamente no dentista.
b) Não escovar os dentes após o vômito. Isto destroi ainda mais esmalte. Simplesmente bochechar abundantemente com água.
c) Tomar um suplemento de cálcio.
d) Recuperar do seu distúrbio de bulimia.
Dentes bulimicos são um dos mais humilhantes sinal de bulimia. Não dá para esconder ou desmentir. Ver também "Bebidas ácidas". (↑)

Dente supranumerário

- É um dente a mais que o normal devido a um distúrbio no desenvolvimento dentário. Normalmente não apresenta qualquer sintoma e costuma ser detetado em exames radiológicos de rotina. Podem acontecer em ambas as arcadas, emobora a sua incidência no maxilar superior seja prevalente. Também existe uma maior tendência para surgir entre o gênero masculino. Eventualmente obrigam à sua remoção através de método cirurgico. Não é certo em todos os casos, se ele não estiver causando distúrbio nem se preveja que tal aconteça no futuro, a sua remoção pode ser prescindível. (↑)

Alergia à prótese dentária

- É conhecido que algumas pessoas revelam alergia ao monômero que entra na composição do acrílico das dentaduras. Esse problema tem solução porque existem acrílicos especiais anti-alérgicos, embora mais caros que os acrílicos normais. Convém o paciente discutir o assunto com o dentista. Outra situação que acontece, é a reação alérgica pelo fato de ter sido usado acrílico auto-polimerizável em vez de acrílico termo-polimerizável. Também aqui o caso deve ser relatado ao dentista e exige-se nova prótese com acrílico de qualidade como é o termo-polimerizável. É muito frequente o uso de acrílico auto-polimerizável no rebasamento de dentadura mas não é aceitável. (↑)

selante de fissura

O que são selantes das fissuras dos dentes?

- Os selantes são resinas compósitos que são colocadas nas fissuras mais profundas da superfície de mastigação dos molares definitivos. Estas fissuras são difíceis de limpar com eficácia. Qualquer pessoa em qualquer idade pode pedir ao seu dentista ou higienista a colocação destes selantes embora o ideal seja fazê-lo logo na infância. Lembre-se que de vez em quando é necessário renovar o selante dental devido ao desgaste. (↑)

Cárie, o que é ?

- É a destruição dos dentes provocada pelas bactérias da placa bacteriana. Estas bactérias produzem ácidos que destroem o esmalte dentário. Os ácidos são o resultado da fermentação dos alimentos ricos em hidratos de carbono (doces, pão, massas, frutas, etc...). Estes ácidos surgem na boca 15 minutos depois da ingestão dos alimentos. A altura ideal para tratar as cáries é no seu início. Quando ainda não existe cavidade, podem tratar-se apenas com flúor ou técnicas muito simples e indolores. Daí a importância da visita periódica ao dentista, que é a única forma de detectar precocemente tanto as cáries como os problemas das gengivas, numa fase em que o tratamento é indolor e menos dispendioso. A cárie dentária é a doença mais espalhada entre os seres humanos, atingindo cerca de 98% da população. (↑)

Desvitalização ou endodontia

- Desvitalizar um dente significa remover a polpa e nervo do dente. O tratamento é requerido devido à contaminação do dente por cárie ou acidente. Práticamente indolor devido ao uso de anestesia. Depois da limpeza o canal e a camara pulpar ficam selados por Gutta Percha para impedir a propagação de bactérias para o interior do dente. Na desvitalização o dente fica 'morto'. Torna-se mais frágil e pode escurecer um pouco. Se a estética fica comprometida o melhor será fazer uma jaqueta de cerâmica ou coroa de porcelana. É frequente proceder-se à desvitalização de um dente que vai receber uma coroa ou vai servir de suporte a uma ponte dentária. Isto deve-se ao fato de a polpa ficar muito exposta, é um modo de prevenir complicações futuras nesses dentes que implicariam a remoção da coroa ou ponte. (↑)

Coroa dentária quebrada - o que fazer ?

- A coroa metalo-cerâmica quando parte a cerâmica tem grande chance de ser reparada. O momento mais delicado, onde tudo se pode complicar, é o da remoção da coroa para envio ao técnico de prótese. Se essa operação correr sem percalço, o paciente só tem que aguardar uns dias até ao retorno da coroa já consertada. Durante o período de espera usa uma coroa temporária.
No caso da coroa ser de cerâmica pura, existe a possibiliade de remoção quando ela é aparafusada a um implante. Se for colada a operação é muito delicada e com grande probabilidade de causar dano irreparável na própria coroa. Em função disso o dentista pode optar por fazer a reparação na boca, com resina composta. (↑)

Doenças das gengivas, o que são ?

- As doenças periodontais que abrangem as gengivites e as periodontites, são doenças provocadas por bactérias da placa bacteriana. Cerca de 3 em cada 4 pessoas sofrem destas doenças. As gengivites envolvem a inflamação da gengiva e são de fácil tratamento. As periodontites provocam a afectação de todos os tecidos periodontais. Estes tecidos incluem para além da gengiva e do osso, outros tecidos que são responsáveis por manter os dentes firmes nos maxilares. Se não se efectuar o tratamento os dentes acabam por ficar soltos e por caírem. Em geral estas doenças não provocam dores mesmo nos casos mais avançados. As periodontites são a principal causa de perda de dentes nos adultos. Por isso mais vale prevenir que remediar.
Uma das formas de prevenir estas doenças é evitar a formação de placa dentária através de uma higiene eficaz e quando esta placa dentária calcifica e se transforma em tártaro, proceder a uma destartarização. (↑)

Destartarização, o que é ? Tártaro, o que é ?

- A massa esbranquiçada que se vai acumulando sobre os dentes ao longo do dia é a placa bacteriana. Quando a placa bacteriana calcifica chama-se tártaro, sobre o qual se acumula cada vez mais placa bacteriana. O tártaro vai-se infiltrando entre a gengiva e o dente podendo levar à destruição dos filamentos que fixam o dente e por conseguinte à sua perda. É importante proceder a uma destartarização (ver preço) de tempos a tempos. Pode ser realizada por um(a) dentista ou por um(a) higienista oral. A frequência da destartarização varia de pessoa para pessoa, por isso visite o dentista uma a duas vezes ao ano para verificar o estado dos dentes.
Existe um mito nalgumas cabeças de que a destartarização danifica os dentes. Certamente que é invenção de quem tem medo de dentista e arranja uma desculpa para não ir :) Destartarização não faz mal nenhum, pelo contrário como se acabou de ver. (↑)

Dente provisório adesivo

- Quem está esperando uma coroa fixa de porcelana, ou de outro tipo, fica usando uma coroa provisória de resina acrílica, para proteção do dente. É adesiva porque fica grudada com um cimento, mais fraco que o cimento utilizado na coroa definitiva. Este 'dente provisório' não deve ser usado por muito tempo, não tem qualidade para isso. (↑)

Posso abrir garrafas e partir nozes com os dentes ?

- Não. Realizar esta proeza não prova nada exceto uma coisa; que os dentes são quebráveis. (↑)

Prótese dentária imediata e sua indicação

- Quando uma pessoa tem uma extração prevista e agendada no dentista, pode sair da clínica já com uma prótese temporária de modo a não ser vista sem o dente que tirou. Para que esta prótese esteja pronta no momento da extração é necessário que o paciente tenha tirado um molde numa consulta anterior. O técnico de prótese dentária simula a remoção do dente no modelo e faz uma prótese provisória. Convém realçar esta palavra, provisória, porque este tipo de prótese ficará desajustada em pouco tempo requerendo o fabrico de outra solução mais definitiva.

Outra situação comum é extrair um dente e a prótese ficar folgada. É possível acrescentar o dente faltoso à prótese, especialmente se fôr uma prótese de resina acrílica. A zona gengival do dente postiço colocado fica desajustada em pouco tempo mas pode-se ajustar passado um mês ou dois. (↑)

Tratei os dentes e continuo com mau hálito porquê ?

- A escovagem e o uso do fio dental são importantes passos para prevenir o mau hálito. Mas não se deve esquecer de escovar também a língua. Beber bastante água ajuda a manter a boca húmida o que reduz a incidência do mau hálito. Após uma refeição se não puder levar a efeito os procedimentos de higiene oral considere a hipótese de mastigar um chiclete sem açúcar. Esta acção ajuda a limpar os dentes e estimula a produção de saliva que por sua vez reduz o nível de acidez da boca. Se o mau hálito persistir deve consultar um médico(a) porque a sua origem pode estar noutros órgãos do aparelho digestivo, nalguma inflamação, ser sintoma de doença ou simplesmente devido aos hábitos alimentares.

Outra fonte do mau hálito pode ser a prótese. Uma dentadura sem higiene significa mau odor. Os anos de uso também contribuem. Igualmente um dente provisório pode-se transformar num foco de mau cheiro, devendo ser logo substituído pelo definitivo. (↑)

Faz mal ranger os dentes ? [bruxismo]

- Sim. Algumas pessoas rangem os dentes de noite enquanto dormem ou mesmo durante o dia. Este ato inconsciente chama-se bruxismo ou briquismo e pode ter origem em problemas nervosos, musculares ou da articulação temporo-mandibular e leva a um desgaste prematuro dos dentes pela constante frição de uns contra os outros. Se uma pessoa apresenta um desgaste anormal dos dentes deve consultar o seu(sua) médico(a). Poderá ter que usar durante a noite um dispositivo em acrílico (goteira de disclusão) que impeça o contacto entre os dentes enquanto dorme. (↑)

Perda óssea na boca

- O dente fica inserido em uma cavidade ossea (chamada alvéolo) e preso ao osso por ligamentos fininhos. Logo acima desse osso fica a gengiva. Vamos lembrar de todo aquele processo de desenvolvimento da gengivite... Se as bactérias não forem removidas a irritação da gengiva não é cessada e pode progredir. Então imagine que a gengiva irritada, inflamada, vermelha, sangrante produz uma série de substâncias para eliminar as bactérias. Essas substâncias obviamente agridem as bactérias, mas também agridem o osso que fica abaixo da gengiva. O osso inflamado inicia um processo de degradação que é mantido pela inflamação. Assim, o osso que sustenta o dente perde altura e o dente perde sua sustentação aumentando sua mobilidade. Em termos populares, o dente fica "mole" e isso é o que chamamos de perda óssea.
(↑)

Para que serve o flúor ?

- A ação do flúor no combate à cárie dental foi e é a descoberta mais importante no campo da prevenção da decadência dos dentes. Há muitas décadas alguns cientistas notaram que as crianças que viviam em sítios onde o fluoreto ocorria naturalmente na água, tinham menos cáries. O fluoreto é um elemento natural que pode estar presente em muitas coisas , como na água que bebemos ou na comida que ingerimos. O fluoreto que é absorvido pelo organismo, é usado pelas células que constróem os nossos dentes para fazerem um esmalte mais forte, duradouro e resistente aos ácidos. Hoje em dia o fluoreto é adicionado à água da rede publica (consoante o país), aos dentífricos e ministrado em pequenos comprimidos ou em tratamentos de fluorização. Quem tem crianças ao seu cuidado deve procurar que as mesmas tenham acesso ao flúor numa das formas mencionadas anteriormente. Se houver dúvidas não hesite em falar com o seu médico(a) ou higienista. Use sempre uma pasta de dentes com flúor. (↑)

Creme dental (dentífrico), o que é ?

- O dentífrico é um produto usado na lavagem dos dentes e apresenta-se sob três formas: em pasta, em pó e em líquido. A pasta que é a forma mais difundida é constituída normalmente por um detergente e um material abrasivo, além de substâncias que lhe dão sabor. A consistência é obtida a partir de substâncias do tipo da glicerina. Atualmente são também adicionados à maioria dos dentífricos produtos à base de flúor. No entanto é preciso enfatizar que as funções terapêuticas e cosméticas dos dentífricos só são efetivas se a escovagem dos dentes for feita até 15 minutos após a ingestão de alimentos. Leia também Pasta de dentes, qual a melhor? (↑)

Quais são os alimentos piores para os dentes ?

- Os doces e as bebidas açucaradas são causa importante de cárie dentária. No entanto todos os tipos de amido podem contribuir para a cárie porque as batérias existentes na boca os decompõem dando origem a um ácido que ataca o esmalte dos dentes. Todos os alimentos que têm um elevado teor de açúcar, como os frutos secos, devem ser evitados entre as refeições. Não se deve dar rebuçados, chupa-chupas e caramelos às crianças sobretudo entre as refeições. Igualmente, alimentos peganhentos devem ser evitados quando não se pode proceder à higiene dentária após a sua degustação. (↑)

Pastilhas elásticas sem açúcar - Chicletes, fazem mal aos dentes ?

- Não, mastigar chiclete sem açúcar depois das refeições pode ajudar a evitar a cárie dentária. Estimula a produção de saliva, que elimina grande parte do ácido produzido pelas batérias. No entanto não é bom que passe muito tempo mascando chiclete, porque vai gastando de forma prematura a cartilagem da articulação da mandíbula. (↑)

As bebidas ácidas com baixo teor de açúcar fazem mal aos dentes ?

- Embora não provoquem cáries, podem estragar os dentes por erosão do esmalte. O melhor é tomá-las durante as refeições onde o seu efeito poderá ser diluído pelos outros alimentos. Recomenda-se o uso de palhinha para sugar o suco e evitar que este passe diretamente pelos dentes. (↑)

É possível clarear os dentes ?

- Um dente pode escurecer devido ao fumo do tabaco, a certos alimentos como o café, e à placa bateriana. Hoje é possível remover essas manchas através da remoção do tártaro e da aplicação de determinados produtos (ver pag. de clareamento dental). Igualmente, um dente desvitalizado pode apresentar-se escurecido. Quando o nervo morre, pode contaminar a dentina escurecendo assim o dente. Neste caso existe um tratamento adequado que resulta satisfatoriamente na maioria dos casos. Naturalmente uma pessoa pode interrogar se existe alguma receita caseira para branquear os dentes. Não tendo a mesma eficácia nem obtendo resultado em curto espaço de tempo, existem algumas coisas que se pode fazer. Bocheche com bicarbonato de sódio de tempos a tempos. Por exemplo a cada 2/3 meses e durante um par de semanas. Não deve ser usado em permanência porque pode ser demasiado abrasivo para as gengivas e para os próprios dentes. Lave os dentes com pasta dentífrica com agentes branqueadores. Se usar escova elétrica opte por pasta pouco abrasiva. Dê preferência àquelas que usam Calprox na sua composição. Utilize gomas dentais que ajudam a tirar as manchas dos dentes. Por último evite alimentos com alto poder colorativo como café, chá preto, condimentos de colorido intenso e o fumo. (↑)

Sensibilidade dentária

- Quando o esmalte do dente se gasta, a dentina fica exposta. Como a dentina tem terminais nervosos o dente torna-se mais sensível às mudanças bruscas de temperatura. O desgaste do esmalte pode ser provocado pela abrasão dos dentes resultantes da mastigação ou por ação de uma escova rija e técnicas de lavagem incorrectas. Para reduzir a sensibilidade existem cremes dentais especiais. Atenção que os clareamentos dentais a laser costumam tornar os dentes ultra-sensíveis durante pelo menos 2 dias. Por vezes esse aumento de sensibilidade é tão grande que é necessário tomar analgésicos.
A melhor maneira de resolver este problema é reconstruíndo a zona sensível com resina composta ou pode mesmo ser necessária a colocação de uma coroa de cerâmica. (↑)

O fio (fita) dental é importante ?

- São frequentes questões como, quantas vezes devo usar o fio dental e que dentes devo limpar. A resposta é o cliché utilizado pelos dentistas por todo o mundo. Deve limpar com o fio dental apenas os dentes que deseja manter. É que depois da escovagem, a limpeza com o fio dental é a coisa mais importante para assegurar uma boa higiene oral. Isto permite remover as bactérias que permanecem nos espaços onde a escova não chega. Infelizmente, muitas pessoas apenas escovam os dentes esquecendo ou ignorando que o fio dental é igualmente importante para uma boa higiene. Recomenda-se pelo menos uma vez por dia, o uso do fio dental. Escovar os dentes e não limpar com fio dental é como lavar só 65% do nosso corpo. (↑)

Dor de dente

- A dor de dentes pode ser provocada por uma cárie ter atingido a polpa do dente, por fractura e consequente exposição dos terminais nervosos existentes na dentina e eventualmente na polpa. Também por traumatismos do periodonto que é o conjunto dos filamentos que unem a raiz do dente ao osso alveolar. Esta última situação surge por vezes ao mastigar um alimento mais duro e tende a desaparecer ao fim de alguns dias. As duas primeiras situações exigem a visita ao dentista que poderá ter que proceder à desvitalização do dente em questão. Por vezes os acessos de sinusite podem também originar uma sensação de desconforto em um ou mais dentes. Claro que neste momento o que deseja é tomar um remédio para acabar com a dor de dentes, veja a bula de alguns medicamentos indicados. Outra causa da dor de dentes é o aumento da sensibilidade provocada por estragos produzidos no esmalte do dente, quer por bruxismo, quer por alimentos ou bebidas ácidas. Este tipo de dor é passageiro se não se repetirem as condições que a provocaram. (↑)

O que provoca um abcesso ?

- Os abcessos são infecções baterianas que normalmente têm origem num dente cariado cuja polpa foi afetada. O sua debelação exige por vezes a utilização de antibiótico. No entanto tem que se confirmar a sua origem e proceder a tratamento adequado. Devido à alteração de PH da zona afetada a anestesia perde a sua eficácia sendo por isso que muitos dentistas tentam primeiro reduzir a infeção e só depois procedem ao tratamento do dente que a originou. (↑)

Tenho uma afta, porquê ?

- A afta é uma lesão benigna temporária da mucosa cuja origem ainda não foi confirmada. Parece estar relacionada com alguma deficiência vitamínica pelo que se recomenda frequentemente um reforço pontual de vitamina C. Se apesar disso ela persistir deverá consultar um médico. (↑)

Maloclusão - distúrbios na mordida

- A maloclusão refere-se a uma mordida desfavorável devido a dentes tortos. O incorreto espaçamento entre os dentes, muito espaço ou reduzido espaço, levam os dentes a crescer no sítio errado ou mal orientado. Também pode ser causado pelo hábito de chupar o dedo ou xuxa. Normalmente a maloclusão depois de identificada pode ser corrigida através de ortodôntia. (↑)

Fatores que podem influenciar o aparecimento do cancêr oral

- O cancêr oral tem um elevado índice de mortalidade pelo que a deteção a tempo é muito importante. Qualquer mancha ou lesão na mucosa oral que se mantenha por mais de 2 semanas deve ser vista imediatamente por um médico, de preferência um cirurgião. Existem alguns fatores que potenciam o surgimento de cancêr oral: o hábito de mordiscar a bochecha ou o lábio, a lesão continuada e sempre no mesmo local provocada por mordedura da bochecha devido a incorrecta posição de um ou mais dentes, uma prótese dentária mal adaptada que continuamente provoca algum tipo de lesão na mucosa e não menos importante o hábito de fumar. (↑)

Qual a melhor pasta de dentes ?

- Especialistas recomendam o Colgate Total mais vezes do que qualquer outro creme. De acordo com o FDA (Food and Drug Administration) e a ADA (American Dental Association), este foi o primeiro creme dental no mercado a incluir o agente antibacteriano triclosan, que tem provado ser eficaz no combate a doenças na gengiva (gengivite). O Colgate Total contém um copolímero que permite ao triclosan manter-se ativo entre escovagens, mesmo depois de comer ou beber.
O Colgate Total não é recomendado a crianças abaixo dos 6 anos de idade porque as suas propriedades antibacterianas ainda não foram testadas nesta faixa etária. (↑)

O que é uma dentadura ?

- As próteses que subsituem um ou mais dentes e que são feitas de plástico são vulgarmente chamadas de dentaduras. Na verdade existem muitos tipos diferentes de dentaduras (próteses dentárias). Removíveis, fixas, com dentes de acrílico ou de cerâmica, aparafusadas a implantes dentárias ou só apoiadas na boca, etc. (↑)

O que é o amálgama ?

- É uma liga metálica usada para obturar os dentes cariados. São um meio eficaz de restauração da porção de dente danificado. Usa-se normalmente em dentes posteriores devido à sua coloração escura, por isso muitas vezes designados como chumbo. O dente chumbado. Quando a estética é prejudicada pode ser substituído por compômeros no tom do dente. (↑)

Declina-se qualquer responsabilidade:
A informação incluída no site tem um propósito exclusivamente educacional. Não tenciona servir de guia médico. As pessoas com questões específicas do foro da medicina devem consultar o seu dentista ou médico.